Beba esse chá de 3 ingredientes para limpar seus pulmões de muco, toxinas e inflamação

Todos nós fomos afetados por algum tipo de problema respiratório em algum momento de nossa vida. Se é asma, um resfriado, algum tipo de reação alérgica, ou apenas um corrimento nasal, todas essas condições causam grande desconforto e sentimentos desagradáveis.

ffwfffqw

Portanto, muitos de nós tomam vários produtos farmacêuticos, a fim de aliviar os sintomas destas questões respiratórias. No entanto, eles geralmente têm efeitos colaterais graves que podem te deixar ainda mais propenso a doenças.

Em um resfriado ou outras doenças respiratórias, recomenda-se a utilização de um xarope para a tosse. A maioria destes xaropes fornecem apenas resultados instantâneos e podem levar a vários efeitos adversos se usados ​​com freqüência, como:

Sonolência
Náusea
Inchaço
Vômito
Problemas respiratórios
Erupção cutânea
Tontura
Coceira

Felizmente, há um chá completamente natural que pode tratar a questão e não causar nenhum dano à sua saúde.

PUBLICIDADE

Seus potentes benefícios para a saúde são devidos às saponinas: compostos orgânicos que atuam como expectorantes naturais. Ele remove o excesso de muco dos pulmões, e acalma congestionamento e outros sintomas.

Além disso, no caso de um vírus de infecção bacteriana, também irá acelerar o processo de cicatrização, uma vez que as bactérias e vírus ficam presos no muco e são eliminadas junto com ele.

Aprenda a fazer:

Ingredientes:

2 colheres de chá de folhas de verbasco (calção-de-velho)
1 e ½ xícaras de água
2 colheres de chá de mel (opcional)
1 colher de chá de hortelã seca (opcional)

Como fazer:

Você deve ferver a água, e com um filtro ou um papelote de chá, submergir as folhas na água. Adicione hortelã em um filtro separado. Deixe o chá descansar por 15 minutos e, em seguida, adicione mel para enriquecer seu sabor.

Este chá benéfico irá te ajudar a tratar todos os tipos de problemas respiratórios e resfriados, e também irá aliviar a dor e o congestionamento nasal causado por problemas respiratórios crônicos.