Esses são os 9 alimentos que você deve evitar se tem dores nas articulações

Hoje vamos apresentar alguns alimentos que você deve evitar se estiver sofrendo de dor nas articulações. A dor é um problema comum para milhões de pessoas ao redor do mundo. Ela se manifesta através da dor nos joelhos, tornozelos, pulsos e cotovelos, pode ser bastante debilitantes e impedir que você faça atividades diárias simples. Aqui estão os 9 alimentos que você não deve comer se estiver lidando com dores nas articulações:

be4ye44yet345e3y

AÇÚCAR

O açúcar é um composto altamente inflamatório que desencadeia a produção de citoquinas, um agente inflamatório no sangue. Além disso, o açúcar definitivamente causará ganho de peso. O açúcar está presente em quase qualquer coisa que comemos e bebemos, então é realmente difícil de evitar. De acordo com um estudo de 2014, as bebidas açucaradas e os alimentos são responsáveis ​​pela artrite reumatóide em mulheres, e é por isso que você precisa evitar mel, melaço, stevia, doces, doces, lanches, cereais processados ​​e sobremesas. Claro, isso é um problema para aqueles que não podem viver sem doces, mas é um passo essencial para uma vida mais saudável. Além disso, cortar açúcar fora de sua dieta pode tratar e prevenir condições inflamatórias, como artrite e reduzir a dor em suas articulações.

CARNE VERMELHA E PROCESSADA

As carnes vermelhas e processadas contêm purinas e nitritos, substâncias químicas que podem agravar a dor e a inflamação, bem como as toxinas que podem se acumular nos tecidos. De acordo com um estudo realizado em 2014, o glucano na carne vermelha promove o desenvolvimento do câncer e aumenta a inflamação no organismo. Outro estudo ligou a carne vermelha com marcadores de inflamação e vários tipos de câncer.

CERVEJA

Desculpe, amantes de cerveja – o consumo excessivo deste tipo de álcool pode aumentar a dor nas articulações. A cerveja contém purinas que podem se transformar em ácido úrico no corpo e resultar em dores nas articulações mais duras. A cerveja também contém glúten, o que torna ainda mais perigoso para as articulações.

PUBLICIDADE

LATICÍNIOS

Os produtos lácteos contêm proteínas que podem aumentar a dor. De acordo com um estudo, a proteína também irrita os tecidos circundantes em torno das articulações, e é por isso que é melhor evitar o leite e o queijo se estiver sofrendo de dor nas articulações. Substitua os produtos lácteos em sua dieta com amêndoa e leite, bem como tofu e ghee.

GRÃOS E FARINHA

Ambos os produtos possuem alto índice glicêmico e são de natureza inflamatória. Consumir cereais de grãos todos os dias pode promover o desenvolvimento de doenças autoimunes crônicas e aumentar o risco de problemas cardíacos, diabetes e vários tipos de câncer. Em vez de grãos e farinha, você deve usar coco, amêndoa ou arroz integral.

GLUTAMATO MONOSSÓDICO

É um popular potenciador de sabor de alimentos, mas é altamente prejudicial para o corpo, especialmente em casos de artrite reumatoide.

ÓLEO DE MILHO

O óleo de milho é rico em ácidos graxos ômega-6 que são altamente inflamatórios e podem aumentar a dor em suas articulações. Evite usar o óleo para cozinhar ou em molhos de salada, e use azeite em vez disso. Você não deve remover completamente os ácidos graxos ômega-6 da sua dieta, mas você precisa limitar sua ingestão.

SAL DE COZINHA

Sal contém aditivos e produtos químicos que podem prejudicar o equilíbrio de fluidos em seu corpo e lixiviar cálcio de seus ossos. Os alimentos processados ​​são ricos em este tipo de sal, e é por isso que você precisa mudar para sal marinho não processado ou sal rosa Himalaia.

PROTEÍNA SÉRICA

Caseína e glúten são dois compostos que podem agravar a inflamação em seu corpo e aumentar a dor. A caseína produz ácido úrico, um composto altamente perigoso, responsável pela inflamação das articulações e doenças como a gota. As pessoas sensíveis ao glúten devem evitar alimentos ricos nesses compostos. De acordo com um estudo de 2013, alimentos sem glúten podem reduzir a inflamação e a resistência à insulina, então você pode precisar ajustar sua dieta.