O músculo escondido que causa a dor ciática e 2 alongamentos para alívio imediato

A ciática é uma dor sentida na parte inferior das costas, como resultado de um nervo comprimido. Um problema comum e que leva a limitações de mobilidade e sensações insuportáveis. Nos casos mais graves, a dor ciática pode provocar dormência na parte superior das coxas, perda de controle da bexiga ou do intestino, e fraqueza progressiva das extremidades inferiores.

Nomeadamente, o nervo ciático é o mais longo do corpo, uma vez que começa na parte lombar (inferior) da coluna vertebral, atravessa as nádegas e segue para as pernas. Portanto, a dor que ele provoca é espalhada para todo o corpo, muitas vezes afetando um dos lados do corpo de cada vez. Essa dor pode ser resultado de várias condições, que muitas vezes não são descobertas, o que faz com que seja impossível determinar a origem da irritação.

No entanto, a razão mais comum para a ocorrência da dor ciática é o nervo ciático pressionado por uma hérnia de disco. A dor também pode ocorrer caso o nervo seja irritado ou pressionado por um osso, tumor, ou músculo adjacente. Ainda pode ser causada por um músculo tenso ou desalinhado.

E, muitas vezes os médicos não consideram o músculo piriforme como uma possível causa. Ele está entre ossos e outros músculos, iniciando a partir da frente do sacro, passando pela cavidade pélvica e se anexando na parte superior do fêmur e, com isso, cobrindo uma parte do nervo ciático.

Quando se pressiona demais o nervo ciático ou outros músculos glúteos, isso leva à síndrome do piriforme. Um piriforme desalinhado pode levar a diferentes tipos de dor na região lombar e nas pernas. Então, se a dor nas costas não é um resultado de uma hérnia, ela pode ser curada sem fisioterapia, cirurgia ou medicamentos.

O alongamento pode ser de grande auxílio, já que pode liberar a constrição e tensão, aliviar a irritação e inflamação, reduzir o desalinhamento e, assim, aliviar a dor. Os dois passos seguintes podem fornecer resultados surpreendentes:

1. Deitado, cruze a perna dolorosa sobre a outra na altura dos joelhos e dobre as duas pernas. Em seguida, puxe o joelho suavemente para o ombro do mesmo lado do corpo. Quando você sentir o alongamento, segure por 30 segundos e volte à posição inicial. Repita 3 vezes.

1

PUBLICIDADE

2. Deitado, mantenha as pernas retas, puxe a perna direita em direção ao peito, segurando o joelho esquerdo com as mãos. Você deve cruzar a perna sobre a outra de leve, até que você sinta o alongamento. Então, segure por 30 segundos, solte e volte à posição inicial. Faça 3 repetições.

2

Além disso, sua dor ciática pode ser significativamente aliviada através da utilização de alguns tratamentos não-invasivos eficazes, tais como:

1. Compressas frias e quentes podem proporcionar grande alívio da dor e da inflamação. Aplique-as alternadamente, ou seja, bote uma compressa de gelo no local dolorido e em seguida a substitua por uma compressa quente, e depois novamente aplique a gelada. Dessa forma, você irá melhorar o fluxo de sangue e relaxar os músculos tensos.

2. A dor também pode ser aliviada pela aplicação tópica de hipericão. Massageie a área dolorosa com uma infusão de hipericão em óleo e você vai sentir uma grande melhora.

3. A terapia do ponto-gatilho foi introduzido por massagistas profissionais, que a utilizam para eliminar a constrição do músculo. Mesmo que o processo de alcançar o piriforme possa causar desconforto, proporciona excelentes resultados.

Se você combinar uma massagem terapêutica com exercícios de alongamento, você definitivamente vai reduzir a dor e a pressão aplicada e também vai trazê-lo de volta à seu lugar. Além disso, você também pode tentar yoga, acupuntura ou tratamento quiroprático. Uma abordagem combinada pode ainda resultar em um melhor efeito a longo prazo. Note que você não deve fazer movimentos bruscos ou repentinos no caso de uma compressão do nervo ciático, já que pode causar uma dor insuportável, apenas faça movimentos de forma suave.

4. A planta “Garra do diabo” é um eficiente analgésico e anti-inflamatório e suas raízes e tubérculos são usados ​​para artrite, dores de cabeça e dor na parte inferior das costas. É originária da África Austral, coberta com minúsculos ganchos, o que lhe dá o nome. Você pode encontrá-la na forma de cápsulas e em pó em quase todas as lojas de produtos naturais. Vale notar que não deve ser utilizada no caso de úlceras ou em terapias que incluam produtos farmacêuticos para ralear o sangue.