Se você sofre com dores de cabeça e congestões nasais frequentes você precisa ler isso

Quase todo mundo já experimentou essa dor pelo menos uma vez na vida. Dor essa dor que se intensifica principalmente no frio e parece não querer parar. Mesmo que a garganta melhore e a dor no peito se vá, o corrimento nasal e a rigidez e pode levar mais tempo pra sumir. Muitas vezes pode ser normal, mas, também pode indicar uma infecção sinusal.

capa

O que é a sinusite aguda?

A sinusite é um problema muito comum no mundo e a cada ano milhões de pessoas sofrem de, pelo menos, um episódio dela. Se trata de uma inflamação ou inchaço do tecido de revestimento dos seios faciais. Os seios no osso da face geralmente estão cheios de ar, mas quando eles se tornam bloqueados, se enchem de fluidos e germes, o pode causar uma infecção.

Causas da sinusite aguda

Pólipos nasais.
Deficiências imunológicas, ou remédios imuno-supressores/antibióticos.
Membrana mucosa nasal inchada (causada por alergia ou resfriado).
Bloqueios ou dutos de drenagem estreitos.

Sintomas da sinusite aguda

Febre
Mal hálito
Fadiga
Dor Dental
Dor/pressão facial
Entupimento nasal
Corrimento nasal
Perda do olfato
Congestão e dor de cabeça

A verdade sobre a sinusite aguda

Embora o uso de antibióticos seja o tratamento mais comum dessa situação, as bactérias não são a causa da maior parte das infecções nos seios. Estima-se que 80% da população tenha alguma forma de crescimento excessivo de cândida, um fungo que é mantido sob controle pelas bactérias do intestino. Dado o fato de que os antibióticos destroem também as bactérias boas, isso pode provocar um crescimento fora do controle de cândida.

PUBLICIDADE

O fungo patogênico é muito difícil de combater devido ao fato de formar uma bio película de proteção, que é resistente à medicação antibacteriana e antifúngica. Ele prospera em áreas escuras e úmidas, tais como cavidades nasais. A sinusite fúngica é geralmente causada por super crescimento de cândida, embora alguns tipos de sinusite fúngica também possam crescer em pólipos e causar aftas na boca e garganta.

De acordo com um estudo de 1999, a sinusite alérgica fúngica está presente na maioria dos pacientes com rinossinusite crônica e diminui após o tratamento antifúngico e anti-inflamatório.

Controlar a levedura

Abastecer o intestino com bactérias benéficas através de probióticos é a melhor maneira de prevenir e tratar o crescimento excessivo de fungos. Recomenda-se também reduzir a ingestão de açúcar e evitar grãos propensos a fungos como milho e trigo. Adicionar mais coco e vinagre de maçã em sua dieta também é uma boa ideia, já que ambos funcionam como agentes anti-fúngicos potentes.

Um grupo de pesquisadores coreanos descobriu que a pele de sementes de abóbora contém PR-2, uma proteína que combate as várias formas de cândida, incluindo a responsável por assaduras, ferimentos e infecções vaginais.

Como limpar os seios nasais

Além das mudanças na dieta, enxaguar o nariz e a boca com uma solução salina também irá te ajudar a eliminar o fungo dos seios nasais. Misture uma xícara de água fervida com meia colher de chá de bicarbonato de sódio e meia colher de chá de sal grosso. Despeje a solução em um vidro conta-gotas estéril e drene os seios nasais diariamente com ela. A aplicação de compressas quentes no rosto ou a inalação de vapor de óleos essenciais com propriedades antifúngicas, tais como eucalipto, tomilho, tea tree e óleo de orégano também podem te fornecer um alívio.